quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Recantos da Aldeia... Exposição de Pedro Cruz

Pedro Cruz inaugurou hoje no Museu Museológico do Mar a sua primeira exposição de fotografia subordinada ao tema “Recantos de Aldeia”.

Não venho aqui dizer que a exposição é bestial, pois sou suspeito, sou amigo do Pedro por isso mesmo que a exposição estivesse menos boa, eu juraria a pés juntos que era um colosso.

O que eu vos quero dizer meus amigos ou melhor desafiar é que disponham de meia hora e vão até Buarcos e vejam o trabalho feito pelo Pedro a forma que ele retrata factos, casos e gente que provavelmente o viu nascer. Depois façam vocês o vosso juízo.

Parabéns Pedro!!..


Esta foto que tem como título "Bola de Fogo" em minha opinião´é de grande sensibilidade retratando um Pôr de Sol reflectido nas aguas do Oceano Atlantico


Esta foto não faz parte da exposição mas retrata o carinho e amor dos seus pais onde uma lagrima furtiva assinala a emoção do pai do Pedro


Pedro em conversa com a Drª Isabel Carvalho, Directora do Jornal A Voz da Figueira


Alguns dos amigos do Pedro não puderam deixar de estar presentes, Amigos é isto mesmo

6 comentários:

Pedro Cruz disse...

Obrigado Rogério.
É sempre bom estar rodeado de amigos.
Aquele abraço.

graciete disse...

Fiquei deveras surpreendida com o numero inusitado de pessoas que estiveram presentes nesta primeira inauguração de uma exposição deste jovem fotografo.
Terá sido impressão minha, ou não esteve lá ninguém ligado ao poder local?...
Nem Presidente da Câmara, nem presidente da junta, nem vereador da cultura!...
è assim que os politicos apoiam os jovens que se interessam pela arte e pela cultura e estão em início de carreira.
Para mais, perderam uma boa ocasião de se baterem à fotografia, pois os jornalistas estiveram lá em peso.
Parabéns Pedro.

Rogério Neves disse...

Subscrevo a sua interrogação comentador(a)Graciete. Estive na Exposição entre as 16 e 17:30 durante esse período não vi lá o chamado poder local. Julgo que se a inauguração era às 16 deveriam estar lá a essa hora mas como os atrasos denominados por "quartos de hora académicos" têm ultimamente sido tão dilatados porventura estiveram lá - se é que estiveram - mais tarde.

Jorge disse...

Gostava de saber quando é que se pode ver a exposição.
Fui hoje para ir ver a exposição (15h30) e a porta estava fechada.

Rogério Neves disse...

Caro Jorge

Relendo o programa da Exposição que vem editado no Blog "Outra Margem" diz-nos que a mesma está patente ao publico das 9.30 às 13 e 14 às 17 de segunda a sexta. Sabados, Domingos e Feriados está encerrado.
Moral da história:
1 - Há hora que o meu amigo foi talvez fosse a hora da bica no café ao lado
2- Quem trabalha não tem direito a ver cultura porque de facto quem trabalha as 45 semanais da ordem infelizmente não pode ver a Exposição.
Enfim Critérios...

Jorge disse...

Sr. Rogério.
Obrigado pela informação.
Amanhã vou tentar ir ver a exposição, vamos ver se não fico a porta.