terça-feira, 22 de maio de 2012

Destino Cruel

Soube a notícia há minutos e estou revoltado.

António Cruz é mais um amigo que parte, um camaradão, um homem bom, um amigo dos seus amigos.

Apetece-me perguntar, mas não sei a quem, porquê? Porquê a partida tão repentina de um homem que ainda tinha tanto para dar à vida, sabendo eu que anda para aí tanto traste que só serve para fazer mal.


António descansa em paz … até um dia
          
Atualização: As cerimónias Fúnebres terão lugar quarta-feira dia 23 com celebração de missa de corpo presente pelas 16 horas na Igreja Matriz seguindo-se o funeral para o Complexo Crematório do Cemitério da Carneira

5 comentários:

Celso Morais disse...

A realidade da existência, tira-nos toda a verdade da essência, e só o desempenho e o papel humilde, cordial e próximo do Amigo, perdurará por todo o Sempre. António, um dia todos seremos felizes porque nos reencontraremos. Obrigado pelo teu papel nesta terra e para com os teus Amigos. Até Sempre.

Celso Morais

João A. disse...

Não tenho palavras para exprimir tamanha consternação face ao sucedido. Ficará para sempre associado, como um dos poucos que teve a ousadia de acarinhar e retratar na internet a Fig.Foz de uma forma acertiva e coerente. O projecto do "Figueira Net", deve ser um legado da Cidade e para todos os cidadãos.
Espero que certas entidades que por mesquinhez não deram valor ao trabalho do António na altura certa, tenham o minímo de decência e lhe prestem a derradeira homenagem.
A minhas sinceras condolências à familía e amigos.

Rogério Neves disse...

Se algum dia a Figueira da Foz esteve no mapa, António Cruz foi um dos principais impulsionadores ao dar a conhecer esta cidade que ele tanto amava ao mundo

Mirsilo Figueira disse...

Não posso deixar de manifestar o meu pesar por tamanha perda. António Cruz foi alguém muito especial com quem tive o previlégio de conviver e de partilhar algumas ideias, embora que por momentos breves. No ano de 2003 ele fez um trabalho excepcional de fotografia para a Escola de Samba A Rainha, um projecto que ele acompanhou com interesse desde o início, não fosse ele um amante incondicional de tudo o que na Figueira acontecia. Nesse ano em que fui presidente desta jovem Associação e tal como já foi referido, também com ele lamentei o facto de certas entidades responsáveis não darem o devido valor a quem ama verdadeiramente a cidade da Figueira da Foz e quem tanto por ela faz. A. Cruz ficará sempre ligado à FigueiraNet, site por ele criado e que durante muitos anos foi uma janela da Figueira aberta para a web, em que inúmeros portugueses espalhados por todo o mundo se tornaram habituais visitantes. Em nome do G.R.E.S. A Rainha, muito obrigado Cruz. Contrastando com o momento de tristeza, mas dentro do mais profundo respeito e admiração, fiz questão de deixar 3 fotos fantásticas no FB, das muitas que ele gentilmente ofereceu.

Anónimo disse...

Contactei pouco com António Cruz,mas no pouco que conheci deste senhor ficou sempre a imagem de alguém muito humano...alguém muito criativo na vida...alguém que sabia dar valor aos valores que essa mesma vida tem...
Voltou para a Angola como que de certo pretendendo recuperar com passos do seu conhecimento de vida a "estrela" que até sem ele perceber o deixou de iluminar...
Quem sabe por cá perceba o que eu estou para aqui falar...
Fazer-lhe uma homenagem e reconhecer o que fez pela divulgação da sua e nossa terra é muito bonito...mas deixar de "assobiar para o lado" e tentar perceber porque ignoraram um projecto inédito e valoroso seria bem melhor...
Como diria a minha mãe se ainda estivesse viva :
"...Este mundo está perdido..."
Como digo eu que ainda por cá estou :
"...Quem sabe até talvez não..."

Custódio Cruz