domingo, 18 de outubro de 2015

SOLIDARIEDADE… DECEPÇÃO…PARABÉNS NAVAL

(Para aumentar o zoom e melhor leitura clicar em cima da imagem)

Sou eu, que administro este blog e como tal hoje vou ser politicamente incorrecto. Estou decepcionado com a cidade da Figueira da Foz, estou decepcionado com o tecido empresarial figueirense que praticamente virou as costas a uma das maiores tragédias que ocorreram nos últimos tempos nesta cidade o naufrágio do Olívia Ribau que teve em consequência cinco mortos.

Parabéns Naval, orgulho-me de nos tempos que correm e sabendo as dificuldades económicas que a instituição tem, foste solidária desde a 1ª hora com aqueles que outrora foram um dos maiores suportes do clube, os pescadores.

Segundo números fornecidos pela Direcção da Naval a receita entre os que estiveram no Estádio e aqueles que lá não foram mas adquiriram o seu ingresso rondou os cinco mil euros, num concelho onde existem unidades industriais das maiores da Europa onde existem unidades que facturam milhões por ano, para esses a minha desilusão.

(Os dois pescadores que sobreviveram à tragédia estiveram no Municipal Figueirense)

Bem sei que ninguém é obrigado a contribuir com o que quer que seja, mas com os diabos, será que esta Figueira da Foz continuará a dar uma chouriça só a quem lhe der um porco?

Tiro o chapéu às empresas que contribuíram para esta causa solidária aos muitos cidadãos que adquiriram o seu ingresso mesmo sem gostarem de futebol, ao Paços de Ferreira que se associou desde a primeira hora e ao Rio Ave que num acto simbólico ofereceu as camisolas de dois dos seus jogadores para serem leiloadas.


12 comentários:

Anónimo disse...

Caro Rogério é uma tristeza também não tenho palavras.
Quanto aos Navalistas da nova vaga esses não sabem a história da naval não sabem que os pescadores foram o grande suporte do clube mas convem dizer que esta também não é a mesma naval.
De qualquer das formas que se enalteça aqueles que colaboraram nesta jornada e se repudie a atitude daqueles que viraram as costas a esta nobre arte de ajudar o próximo.

Raúl Garcia disse...

Parabéns pelo texto.
Infelizmente os tempos modernos, torna-nos também um pouco mais egoístas.
Somos um Povo Emotivo, Refilão e Critico, mas quando nos pedem algo, fechamos portas e janelas na esperança de passarmos despercebidos!!!

Anónimo disse...

Rogerio...essas empresas que sinuaste e de grandes multinacionais quer da pasta como do papel ou do vidro do plástico e derivados que usufruem dos prazeres desta cidade e que nos prejudicam em varias formas para alem daquilo que dá ás famílias deste concelho, foram simplesmente...UMA DECEPÇÃO...senti-me ENVERGONHADO de pertencer e ter as minhas raízes nesta cidade! Onde estiveram os representantes da autarquia? onde estiveram responsáveis de associações que se dizem de caridade deste concelho? Que Vergonha! Deitem os fatos e as gravatas de lado porque isso não é significado de inteligência, mas pelos vistos será de ignorância, de vaidade, de hipocrisia...enfim não existem palavras para definir estas pessoas! Um Grande Obrigado á Nossa Associação Naval 1º de Maio que com as gravíssimas dificuldades de tesouraria e com o apoio neste caso do Paços de Ferreira ajudaram estas famílias. Ajudou mais o Paços de Ferreira que as pessoas festa cidade, e isto tem que ser diti e bem ALTO !Força Classe Pescatória! Força Naval pela coragem e iniciativa nesta ajuda ! VIVA A NAVAL !

Anónimo disse...

Com todo o respeito que merecem.. E de um lamentar profundo.. Mas não sou hipócrita e nem faço demagogia.. Adquiri o meu bilhete, mas confesso.. Tudo nesse momento que esteja a Naval envolvida, Abrodece.... Agora não venham com tretas, Porque essa Naval, com os pescadores todos, num modo geral, não há mesmo nada

Anónimo disse...

Oh Rogério então o Aprígio Santos, que veneravas tanto como dono da Naval, não deu nenhum contributo?

Joana Seco disse...

A solidariedade entre seres iguais como somos todos nós foi respeitada pelos dirigentes da Naval e pelo clube que representa a nossa cidade , a A. Naval 1º de Maio . Como já é público , o valor apurado vai ser entregue aos familiares do trágico naufrágio . Também sei que esta Naval , não é a mesma dos anos 50 , mas quem está ao leme da mesma , rege-se por esses ideais .
Agora , que quem de direito , nada fez pelas famílias das vítimas , não tenho que me calar .
Desde as maiores empresas do distrito e de Portugal sediadas no nosso concelho , desde a nossa autarquia , pelas misericórdias , bancos , seguradoras , clubes , um sem número de entidades que nada fizeram e que apenas vivem para alimentar egos pessoais . Até 5ª feira , ainda podem arrepiar caminho . Viva a Naval , viva a Figueira da Foz .

Rogério Neves disse...

Comentador das 21:30, não percebo bem o teor do seu comentário não consigo perceber se é um elogio ou uma critica, no entanto se tem inimizades ou contas a acertar não confunda o clube com a causa de solidariedade pois a Naval fez o que outras instituições deviam fazer e não o fizeram e sempre ouvi dizer as boas ou más acções ficam com quem as pratica e creio neste caso que a Naval fez uma boa acção
======================
Senhor Comentador das 23:35 Não sei porque não tenho de saber se o Senhor Aprigio Santos deu ou não algum contributo. Depois para sua informação quero dizer-lhe que tenho assistido ao longo dos tempos de muitas coisas más protagonizadas pelo Senhor Aprigio mas também já assisti a algumas boas , direi mesmo muito boas.
Essa do "Veneravas" deve ser uma provocação.

Anónimo disse...

Eu para ajudar os que precisam, e nesse caso, com toda a legitimidade. Não preciso entregar o dinheiro a Naval, entrego o diretamente. Assim não há perigo de lá chegar com o IVA retirado

Rogério Neves disse...

Importante anónimo das 21:58 é ajudar e se de facto vai ajudar desde já as minhas felicitações. Deixe-me dizer-lhe que aqui a Naval foi apenas o elemento da iniciativa pois sinceramente e para já me penitencio ainda não vi nenhuma acção de solidariedade a não ser a da Naval. Quanto ao IVA sinceramente não sei o que lhe dizer mas sei que há alguns anos quando se deu a tragédia da Madeira que se fizeram várias iniciativas incluindo programas televisivos com chamadas telefónicas e compra de géneros para enviar quem ficou com esse IVA foi o estado e estamos a falar de centenas de milhares. Será que o anónimo nessa altura reclamou?

Anónimo disse...

Comprei bilhete, mas não entro nesse campo enquanto estiverem esses diretores na SAD e na "Formação". Parabéns pela iniciativa

Joana Seco disse...

Vai estar muitos anos sem entrar no estádio , porque viemos para ficar e já limpámos com quase todos os que não interessam à Naval , o clube agora está aberto a todos que o queiram ajudar a prosperar . Para aqueles que perdem e dizem que os atletas se divertiram e que o que interessa é fazer excursões e dizer que o atleta foi ao Real Madrid , só tenho a desejar boa viagem para as faíscas . Abraço Navalista

Anónimo disse...

Joana cuidado com as coisas que dizes, chegaste agora, faz o teu trabalhinho, e deixe dessas picardias, não times as coisas como garantidas, porque tanto na política, como na Bola, as coisas mudam rapidamente. E aliás não convém esquecer, que " Vocês" não tem e não são donos de nada