segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

POR FALAR EM DEGRADAÇÃO


De há uns tempos a esta parte tem-se debatido e discutido muito o estado de degradação do Municipal José Bento Pessoa.

Um dos últimos debates foi mesmo no interior da Camara Municipal com Miguel Almeida a questionar o Presidente Ataíde o que pensava fazer para se encontrar uma solução.

João Ataíde respondeu que por hora não havia verba, que a Camara não estava em situação económica de poder dar resposta.


E usando de franqueza é um facto que ninguém lá joga mais degradação menos degradação aquilo que outrora foi o Municipal José Bento Pessoa não representa perigo para ninguém.

E o porquê deste arrazoado? Porque no passado sábado o Campo Sintético foi o palco de um jogo em que intervieram as equipas da Naval 1º de Maio e o Sporting Clube de Portugal para o Nacional Juniores

Eu não contei os espectadores mas creio não errar se disser que por ali estiveram cerca de meio milhar de pessoas, todavia posso afirmar que a bancada existente estava repleta e não havia um lugar.


Pois bem a bancada do Campo Sintético apresenta também ela um estado de degradação e de perigosidade que urge ser acudido. As fotos que ilustram este "post" mostram como está a bancada e não tenho dúvidas que se algum acidente com um espectador acontece de quem será o responsável.

As pessoas procuram sentar-se e correm o risco de se enfiarem em algum buraco. Parafusos que podem provocar ferimentos e tudo isto tão fácil de reparar apenas com meia dúzia de placas de contraplacado.

Não quero aqui hostilizar ou fazer a politica do deita abaixo, mas meus senhores há coisas que não têm justificação e esta para além de ser uma delas pode ainda trazer outros dissabores.

Vá Lá Senhor Presidente faça uma visitinha ao sintético e verá
que vai concordar comigo...

Sem comentários: