domingo, 2 de abril de 2017

NAVAL SEM CAPACIDADE PARA DAR A VOLTA CADA VEZ MAIS AFUNDADA NA CLASSIFICAÇÃO


A formação do Oleiros venceu a Naval em jogo disputado na Figueira da Foz por 2-0 , um “bis” de Jackson, triunfo bem suado, que permite à turma do Distrito de Castelo Branco continuar a pensar na manutenção no escalão nacional.

Mesmo sem representar um bom modelo de espectáculo futebolístico foi uma partida interessante com períodos de domínio alternado. Na etapa inicial o primeiro quarto de hora foi de ascendente navalista, a partir daí e até há meia hora o Oleiros equilibrou as operações, para no último quarto os visitantes ganharem o ascendente na partida.

Na etapa complementar foram novamente os da Naval que entraram melhor, dispuseram nos cinco minutos iniciais deste período de duas excelentes oportunidades para inaugurar o marcador, a primeira negada com uma grande estirada do guardião João Gomes, na segunda Flávio lançado por Rodrigo isolou-se e na cara do guardião contrário rematou a roçar o poste.

Quem não mata morre, diz-se na gíria e foi isto mesmo que o Oleiros demonstrou quando oito minutos volvidos, um pouco contra a corrente do jogo inaugurou o marcador, por Jackson com um remate no interior da área á meia-volta, tendo o mesmo Jackson vindo a sentenciar a partida em definitivo ao minuto 71.


Sem comentários: