terça-feira, 9 de maio de 2017

MORREU O JORNALISTA/ESCRITOR BAPTISTA BASTOS

O jornalista, cronista e escritor Armando Baptista-Bastos morreu esta terça-feira, em Lisboa, aos 83 anos, confirmou à agência Lusa a sua mulher.
Baptista-Bastos publicou mais de uma dezena de títulos de ficção, entre os quais "O Secreto Adeus" (1963), "Cão Velho entre Flores" (1974), "O Cavalo a Tinta da China" (1995), "A Colina de Cristal" (2000) e "No Interior da Tua Ausência" (2002).
Entre outros meios de comunicação social, trabalhou nos jornais A República, O Século e Diário Popular, e na Rádio e Televisão Portuguesa.
Em 2005, venceu o Prémio de Crónica João Carreira Bom.
A TODO O VAPOR: Baptista Bastos foi um jornalista por quem sempre tive admiração. Durante muitos anos fui leitor do Diário Popular e desde aí comecei a "beber" os escritos de BB.

Conversei com BB uma unica vez, foi no Congresso Sindical da CGTP e daquela troca de impressões rapidamente chegámos à conclusão que tinhamos um amigo em comum - José Fernandes Martins.

Revelei-lhe que de vez em quando rabiscava umas coisas nos orgãos de comunicação social locais e que muito desse meu hoby o devia a Zé Martins. BB olhou para mim muito sério e com aquela voz grave que sempre teve disse-me. " Se trabalhas com o Zé Martins és um felizardo pois para além de ser uma grande amigo é também umados grandes escrevinhadores que temos em Portugal".

Já passaram muitos anos mas sempre que vejo ou ouço falar de BB relembro este episódio.

Descansa em paz BB

Sem comentários: