terça-feira, 3 de outubro de 2017

A MINHA REFLEXÃO PÓS-ELEITORAL


O Partido Socialista e António Costa não tenho dúvidas foram os grandes vencedores das Eleições Autárquicas 2017. Quando existem vencedores, tem de existir o sentido inverso, “os que perdem” e neste aspecto acho que existem dois tipos de perdedores, os perdedores/derrotados e os perdedores/perdedores.

Obviamente que a eleição de Isaltino Morais é uma surpresa. Nunca pensei que o voto de cidadania para os lados de Oeiras funcionasse daquela maneira. Acho que o Ministério da Justiça está de parabéns, foi dada a prova cabal que o serviço prisional recupera as pessoas.

Penso que a Politica da “Geringonça” e a sua proximidade às populações favoreceu o P S que através dos eleitores indecisos ou sem partido ganhou uma imensidão de votos de agradecimento pela sua politica do dia-a-dia quer à esquerda quer à direita

Falando dos Perdedores/Derrotados, Passos Coelho penso que só tem uma alternativa pôr a viola no saco e ir pregar para outra freguesia. A sua derrota foi consequência da sua política de agressividade para com um Governo que até tem estado nas boas graças de muita gente, sobretudo, viu serem-lhe devolvidas algumas das malfeitorias que o Governo de PPC levou a efeito no seu mandato de empobrecimento daqueles que já tinham menos posses e mais pobres ainda ficaram.

Finalmente uma palavra para os Perdedores/Perdedores e aqui tenho de referir o PCP-PEV – CDU. Penso que esta coligação tem de reflectir muito. Perdeu 10 Camaras mas essencialmente perder Camaras como Almada e Barreiro são perdas (derrotas eleitorais) com um travo muito amargo e que decerto não estaria nas piores cogitações da coligação CDU

Aliás a política de apoio do PCP à “geringonça” retira-lhe protagonismo politico e deste mal também se pode queixar o Bloco de Esquerda que não perdendo muito … também nada ganhou.

4 comentários:

Anónimo disse...

E que tal,seguindo a sua linha de pensamento e sugestão,Jerónimo de Sousa e Catarina Martins,meterem a viola no saco e irem pregar para outra freguesia?

Rogério Neves disse...

Essa pode ser a conclusão do anónimo anterior. Mas ou lê mal ou interpreta mal porque a minha linha de pensamento está bem explicita. Ambos Jerónimo Sousa e Catarina Martins devem reflectir e muito sobre os resultados que obtiveram nestas eleições. Só isso nada mais.

Anónimo disse...

Percebi tudo!Também há quem diga que enquanto o trabalhador dorme,o chefe apenas descansa!ou que uns perdem e outros são só derrotados.Portanto,Passos deve meter a viola no saco pelos péssimos resultados eleitorais.Concordo em absoluto!Outros,exatamente pelos mesmos motivos,devem apenas refletir.Ai quando a cor dos óculos nos atraiçoa...E creia que leio bem e interpreto ainda melhor!

Rogério Neves disse...

Caro Anónimo das 18:36 não vou discutir consigo o sexo dos anjos. Fiz a minha reflexão e continua a pensar da mesma maneira Passos perdeu em toda a linha perdeu prestigio, perdeu camaras e sobretudo perdeu votos. Catarina e Jerónimo perderam Camara no caso do PC Camaras importantes na estratégia do partido mas não perderam eleitorado, não perderam votos. Essa é a diferença entre o derrotado e perdedor. É a minha opinião.