quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

CÂMARA DA FIGUEIRA DA FOZ COMPRA NÚCLEO MOLINOLÓGICO DOS MOINHOS DA GÂNDARA



Câmara da Figueira da Foz vai adquirir o moinho de água e demais equipamentos e terrenos do núcleo molinológico dos Moinhos da Gândara, por cerca de 70 mil euros.

 Contactado pelo DIÁRIO AS BEIRAS, o gabinete da presidência da Câmara da Figueira da Foz adiantou que a autarquia vai dinamizar o espaço no âmbito do programa Ciência Viva, com a realização de atividades pedagógicas ligadas à temática dos moinhos e ao campo.

Em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, o presidente e fundador da Mó-Gândara, José Cabete, por sua vez, afirmou que a direção da associação concordou vender o núcleo molinológico porque chegou à conclusão que aquele “é um espaço extraordinário para uma quinta pedagógica e outras atividades relacionadas com a Gândara e o seu mundo rural”.
Via As Beiras

A TODO O VAPOR: A Câmara Municipal da Figueira da Foz adquirir  o Núcleo Molinológico dos Moinhos da Gândara não me surpreende, até porque os números envolvidos não são de alguma forma extravagantes.
Creio que muito poucos figueirenses conhecem aquele moinho de água e sua envolvência, daí que se pode até considerar uma aquisição estratégica para reforço de oferta a turistas que certamente nos vão visitando. Contudo, há que recordar que as aquisições que têm vindo a ser feitas pela Câmara Municipal não têm sido um bom modelo de negócio. Lembro a aquisição do Paço de Maiorca, do Convento de Seiça, Piscina Praia são exemplos de negócios que deixaram ou deixam muito a desejar.
Esperemos que desta vez as coisas sejam de forma diferente o Núcleo Molinológico é um lugar aprazível de grande beleza e é bom que vá parar a boas mãos mas se for para o deixar ao Deus dará como os exemplos que citamos anteriormente, então será mais um negócio para esquecer.

Sem comentários: