sábado, 3 de fevereiro de 2018

O QUE EU OUVI...



"O MINISTÉRIO PÚBLICO MOVEU-SE A MANDO DO CORREIO DA MANHÃ"


Miguel Sousa Tavares - Comentador, Jornalista e Analista 





A TODO O VAPOR: Também eu comungo da ideia que esta investigação, inquérito ou o que lhe queiram chamar foi um absurdo. Ninguém é tão estúpido que se deixa corromper ou sofrer de influências por dois ingressos no Estádio da Luz ou noutro Estádio qualquer. Contudo, há um pormenor que agora ninguém fala e para mim, é que é importante. O Ministro Centeno não está envolvido no perdão da dívida ao filho de Luís Filipe Vieira, porém, a dívida foi perdoada. E se o Ministério Público avançasse agora com um Inquérito ou Investigação para se  saber quem foi que perdoou a dívida, pois segundo parece não são trocos, ronda um milhão e meio de Euros. 

2 comentários:

Anónimo disse...

Antes de escrever...convém confirmar a veracidade das notícias ou pelo menos a idoneidade das fontes
Quem provou que foi perdoada uma dívida de milhões ao filho de Luís Filipe Vieira? A Autoridade tributária? Algum inquérito ou auditoria? Não, não foi
Primeiro queriam relacionar os bilhetes com uma isenção de IMI, que pode ser requerida por QUALQUER proprietário que execute reabilitação urbana num imóvel e tem a validade de 10 anos, como viram que uma simples análise e investigação fazia cair a teoria, viraram-se para um SUPOSTO perdão que está POR PROVAR que tenha existido e que o visado ( filho de LFV) já desmentiu. Ora se o perdão da dívida for real, será fácil de o PROVAR e de verficar quem e porquê o atribuiu.
Não cabe ao acusado provar o contrário, mas sim a quem acusa PROVAR a veracidade dos supostos factos

Anónimo disse...

Ministério público a reboque do Correio da Manhã, que agora faz denuncias sobre supostos factos praticados por cidadãos
Veremos quando se aprovar a veracidade das denuncias, e dos factos, onde vai a Cofina (CM, CMTV, Sábado e Record) , que todos sabem estar a acumular prejuízos mensalmente, buscar o dinheiro para as indemnizações devidas...