domingo, 11 de março de 2018

BOMBEIROS MUNICIPAIS CELEBRAM 153º ANIVERSÁRIO


Os Bombeiros Municipais da Figueira da Foz, assinalaram este domingo, o seu 153.º aniversário com a realização de uma sessão solene, onde se registaram condecorações a  três bombeiros, Pedro Miguel Rainho Alves Carvalho e Miguel Ângelo Coutinho Jesus, bombeiros de 2.ª, com a Medalha Assiduidade Grau Ouro, por 20 anos de serviço; e Tiago José Simões da Silva, bombeiro de 3.ª, com a Medalha Assiduidade Grau Ouro, por 15 anos de serviço. e a inauguração de duas viaturas.

A cerimónia contou com diversas entidades civis, militares e religiosas do panorama nacional de onde se destacam Jaime Marta Soares (presidente da Liga de Bombeiros Portugueses), Carlos Luís Tavares (Comandante Operacional Distrital de Coimbra adstrito à Autoridade Nacional de Protecção Civil) e João Ataíde (presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz).

Nuno Osório, comandante do corpo de bombeiros, fez uma retrospectiva do que foi a ultima época de incêndios e em particular, do enorme incêndio que assolou o Concelho no passado dia 15 de Outubro. Este responsável destacou porém, o facto de existirem “zero mortes, zero feridos e zero casas ardidas”. Dirigiu-se ainda a Jaime Soares, apelando a que o “regime jurídico dos bombeiros portugueses seja uma prioridade da Liga”.

Jaime Marta Soares, numa intervenção bem ao seu jeito e sem delongas, respondeu a Nuno Osório, garantindo que essa é uma “matéria que esta a ser tratada junto do Governo e devera ficar concluída em breve.”

O evento contou com uma presença indesejada, a tempestade “Felix”, no entanto e nas palavras de Jaime Soares: “boda molhada é boda abençoada”.


Sem comentários: