quarta-feira, 14 de março de 2018

COMUNICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO DO BLOGUE MARCHA DO VAPOR


Caros Visitantes

Aquilo que em princípio me pareceu uma brincadeira e que eu me permiti sobre as histórias do Hipólito, Zé Barbeiro, Sancho Pança e outros tornaram-se num mundo de hostilização, provocação, e para ser mais claro arma de arremeço.

Confesso que em princípio tive alguma dificuldade em identificar os visados mas com o andar da carruagem comecei a ver quem lá ia dentro.

ACABOU… quando os meus amigos quiserem debater as postagens feitas neste Blogue dentro dos princípios há muito conhecidos podem fazê-lo. Ninguém tem de estar de acordo com ninguém agora não permito que se extravase as linhas do bom senso e que se faça aqui a arena de uma guerra que não leva a parte nenhuma.

A partir de hoje não permitirei mais as “estórias” do Hipólito e outras similares. Não me obriguem a encerrar este blogue pois com muita pena minha fá-lo-ei se a isso me obrigarem.


9 comentários:

António Querido disse...

Encerrar o BLOGUE NÃO! Isso era dar um almoço de sardinhas aos gatos, ou neste caso aos ratos cheios de pulgas! Passe ao lado meu amigo! Abraço.

Anónimo disse...

Caro Rogério, eu sou o responsável pelas peças literárias do Hipólito, tio do Hipólito e Zé Barbeiro, todas as restantes são cópias baratas e plagiadas, no que diz respeito às três crónicas que eu aqui escrevi, peço-lhe desculpa se coloquei em causa algum valor ou dignidade do seu blog, a intenção era nobre pura e cristalina, era simplesmente a intenção de desmascarar alguns canalhas desta cidade, que falam mal diversas vezes de pessoas ligadas (não de si), e esta era uma forma de divulgar o que se tem passado em bastidores de uma determinada rádio e de uma determinada barbearia.

Rogério Neves disse...

Caro Anónimo das 15:37 De facto quando ao princiopio se iniciaram as cronicas do Hipólito achei garça e publiquei. A determinada altura começou o jogo da identificação de quem era o Hipólito o sobrinho etc...etc... comecei a recear que as coisas fossem cair no insulto na humilhação. Provavelmente alguém se aproveitou das histórias iniciais e as transformou em arma de arremesso e foi aí que eu me apercebi que esta situação não podia continuar.
Peço desculpa pelo meu acto de censura mas vou continuar a tentar que este blogue seja um espaço de dignidade e bons principios.

Anónimo disse...


Caro amigo sou o autor da versão do dom Quixote e a si também peço desculpa se em algum momento baixei o nível do seu magnifico e respeitado blogue e em momento algum quis ofender fosse quem fosse mas deixe que lhe diga:
Desmascarar alguns canalhas que dizem mal de tudo e de todos:
Que têm prazer em destruir:
Que encontram defeitos em tudo o que não é feito por eles:
Que estragam só para ter o prazer de dizer que está estragado:
Que parasitam na sociedade tentando enganar o próximo com falinhas mansas:
Dizia eu desmascarar os canalhas é também um serviço que os blogues devem prestar á comunidade.
E este blogue quiçá o melhor da cidade orientado por uma pessoa com a dignidade e a postura do Rogério neves,é o sitio indicado para o desmascaramento desde que o mesmo embora sarcástico seja feito dentro dos parâmetros da boa educação.
Cumprimentos.
E parabéns pela maneira sensata correta e digna como administra este blogue.

Anónimo disse...

Rogério, concordo com o Sr Querido.
Terminar com o blogue NUNCA.
Nota:
Grave é que o possível Zé Barbeiro hoje garantiu-me a pés juntos (por email e pelo telemóvel) que não foi ele a fazer aquele(s) comentário(s). Portanto o Zé Barbeiro é um intruso.
Tentei enviar-te o email onde ele garante isso mas não encontrei o teu endereço.

Força amigo, continua com a tua linha editadorial e com a tua postura de sempre, PARABÉNS e CORAGEM.
LSC

Anónimo disse...

Caro Rogério, é esse o ponto negativo da questão, tentaram aproveitar um registo narrativo humorístico para fazer um apontamento injurioso de arremesso, que hajam pessoas que queiram criticar o hipólito ou o tio dele, é legítimo, e até natural, face àquilo que é atitude violenta, conflituosa e provocadora de ambos, mas devem fazê-lo de forma saudável, irónica e até agradável, diria que as críticas deviam ser feitas de forma, que os visados ao lerem isto, se rissem e não de forma completamente destrutiva isso nem faz efeito crítico, dá uma sensação de "o que ele diz não faz sentido" e ignoram de forma completa e total a crítica.
Ou seja uma boa crítica tem de ser acutilante, subversiva e transversalmente irónica, só assim faz sentido, era esse o ponto que tentei abordar. Além desses tópicos, é também muito importante que hajam dados factuais sobre as pessoas, dizer que este faz favores ou paga isto ou aquilo só por dizer não faz sentido, o sentido passa sempre pela verdade, afirmar aquilo que as minhas fontes me garantem ser verdade, ou aquilo que tenho provas, e meu amigo, eu tenho muitas fontes dentro dos dois escritórios das forças do mal, que são o salão do zé barbeiro e a rádio falida de uma cidade próxima, aí é que se falam de diversos assuntos, e Foz ao Minuto é a ordem do dia. E este blog é o local por onde acompanham este programa, daí a minha crítica, para separando o joio do trigo, fazer uma cevada natural de verdade, cuja a hipocrisia é destilada da forma mais natural.E acredite ainda tenho muito por contar. Tanto sobre os três personagens que falei, como outros, mas tudo a seu tempo.

Anónimo disse...

As narrativas literárias imaginárias que têm pontificado neste blog, fazem dele toda uma narrativa dialéctica em construção, na minha humilde opinião, o amigo devia aproveitar o facto de este blog se ter transformado na "Wikileaks-Figueira da Foz", e se me permite, responder ou analisar três questões que são traves mestras nestes conteúdos?

1.ª Questão: Porquê neste blog, porquê no programa comentadores de Bancada, e porquê considerarmos o Rogério como alguém nos vai dar ouvidos?

2.ª Questão: Porquê haver uma conspiração, porque o alvo abater ser a Foz ao Minuto, e porquê, ainda assim enviarmos para aqui e não para a Foz ao Minuto estas informações?

3.ª Questão: O que tem o Zé Barbeiro, o Hipólito, o Tio do Hipólito (3 personagens já narrados) e os outros que virão nos próximos episódios em comum e contra a Foz ao Minuto, e por arrasto contra o Comentadores de Bancada?

Se o amigo decifrar e analisar (eu sei que é capaz disso e muito mais) estas três questões, vai perceber metade do que se anda a passar, e como nós através destas mensagens, estamos a ser vossos amigos, e a atacar o Império dentro deste, sem que este saiba de certas movimentações, porque meu amigo, daqui a um ano, tenho a certeza de quem vai estar no auge, e tenho todo o gosto em ter dado meu contributo para que isso aconteça.

As instituições falidas, estão a dar tudo, mas o futuro é daqueles que sabem o que fazem.

Anónimo disse...

Tenha pena que este blogue tenha lápis azul , têm medo de quê ? Das verdades , o 25 de Abril , não foi para todos , decididamente !

Contra os canhões , apagar , apagar .

Rogério Neves disse...

Anónimo das 16 horas... Este Blogue não tem lapis azul, vermelho ou de outra cor qualquer. Aqui não se corta a Liberdade de expressão corta-se sim o insulto, a humilhção do próximo e outros casos de falta de provas do que se afirma. Já fui uma vez a Tribunal e não quero ir novamente e acima de tudo não quero baixar o nivel do Blogue.