sábado, 10 de março de 2018

NAVAL 1893 APROVA PROJECTO DESPORTIVO PARA FUTURO EM ASSEMBLEIA GERAL



A Associação Naval 1893 realizou na passada sexta-feira a sua primeira Assembleia Geral com  três pontos na sua Ordem de trabalhos:
- Aprovação Relatório e Contas referentes ao ano de 2017
-Aprovação do Projecto Desportivo e Regulamento Interno
- Alteração da localização da Sede Social e Outros Assuntos de Interesse

Presidida pelo Presidente da A G, Mário Paiva, que tinha a seu lado todos os membros da AG, Paulo Bispo, Presidente da Direcção, Mário Raimundo, Presidente do Conselho Fiscal e ainda do Técnico de Contas que fez a explanação do Relatório de Contas.

Referido que este Relatório se refere ao ano Civil de 2017 , ano zero do novel clube que partiu do nada, as contas apresentam um Saldo Negativo de cerca de seis mil euros já que nada existia e muitas coisas foi preciso adquirir e assumir.

No âmbito das despesas refira-se que só à Associação Futebol de Coimbra foram pagos cerca de 12 mil euros, fruto principalmente de inscrições de atletas.

Numa breve alocução Paulo Bispo alertou que não há motivo para dramas mas que estas despesas têm de ser colmatadas principalmente com a aderência de novos associados e a procura de alguns Patrocínios e Subsídios, sendo o Relatório e Contas sido  aprovado por unanimidade

Nos pontos seguintes o Projecto de Desenvolvimento Desportivo foi explicado por Mário Paiva, referindo que aquele projecto vai ser entregue à Camara Municipal como documento Base de intenções do clube.

Para além do futebol de formação A Naval quer enveredar por algumas modalidades de Pavilhão inclusive pelo Futsal Masculino e Feminino e Basquetebol mas a iniciar pelos escalões de formação.

Por imposição de Organismos estatais de controle financeiro foi aprovada a resolução de que os Corpos Socias da Naval 1893 não podem ser remunerados.

Entretanto foi dado a conhecer que a nova sede social da Naval 1893 está instalada no Edifício Foz Center , os antigos balneários e Casa do Guarda do Municipal José Bento Pessoa vão ser protocolados pela C M após a inventariação de equipamentos deixados no local pela Direcção da Naval SAD

Ainda no período de esclarecimentos foi questionada a Direcção da Naval 1893 sobre o espólio da Associação Naval 1 de Maio, sabendo-se que tudo o que estava dentro das instalações revertidas ao Municipio está agora na posse da C M para inventariar.

Marcha do Vapor /Foz ao Minuto



9 comentários:

Anónimo disse...

Algumas dúvidas ...
Mesmo sem pagar a utilização do sintético já teem 6.000€ de prejuízo?
Quanto vão pagar pela utilização dos balneários e casa do guarda?
Mesmo sem pagar nada à Câmara, essa mesma Câmara vai-lhes "dar" as instalações?
Haverá aqui algum favorecimento por parte da Câmara à Naval 1893? (há algum parentesco pelo meio?).
Se como se diz no post é o "ano zero do clube" porque é que se levantaram questões relativamente ao espólio da A. Naval 1º de Maio?

Anónimo disse...

Amigo Rogério será que pode divulgar aqui a constituição dos Órgãos sociais da Naval 1893.
Os meus agradecimentos.

Rogério Neves disse...

Embora a informação que vou dar ao comentador das 17:52 possa ser incompleta vou tentar dentro do menor espaço de tempo tentar editar a Lista de Corpos Sociais da Naval 1893. De qualquer forma preside à Assembleia Geral, Mário Paiva; Preside ao Conselho Fiscal Mário Raimundo e preside à direcção Paulo Bispo.

Rogério Neves disse...

Caro Comentador das 16:31 O seu comentário coloca algumas questões que deveriam ser expostas caso seja sócio da Naval 1893 na Assembleia Geral e não aqui. Mesmo assim e sem que me tenha sido dada qualquer procuração de defesa não é de admirar no seu primeiro ano de exercicio existir uma divida, já que a Naval 1893 partiu do nada a não ser da boa vontade de quem a assumiu e apoiou. Não sei se sabe mas só de incrições foram pagos à AFC 12 mil Euros. foram adquiridos equipamentos para as equipas e tiveram de ser pagos alguns serviços e as receitas de momento apenas são de cotização e da contribuição dos atletas. Quanto aos protocolos com o Municipio não lhe sei dizer, ou melhor tudo o que está a ser feito é com aprovação do Executivo da C M e da Assembleia MUnicipal.
Quanto á insinuação de parentesco parece-me ser uma afirmação de má-fé a qual não alimento nem vou responder, mas informo que as questões relacionadas com os Campos de treinos e Estádio MUnicipal não têm nada a ver com a Vereadora do Desporto mas sim com o Vereador que tem a seu cargo os equipamentos, logo indague os seus nomes e constatará que não deverá andar no ar nenhuma especie de parentesco.
Quanto à sua ultima questão esta foi colocada por um associado com muitos anos de filiação à Associação Naval 1º de Maio que quis saber face à reversão das instalações desportivas para a Camara Municipal os equipamentos, Troféus e eventual património pertencente à Associação Naval 1º de Maio estariam à guarda de quem.

Anónimo disse...

Já o disse uma vez , somos o clube certo na cidade errada . O desporto de competição , não é uma prioridade de quem dirige esta cidade , não o é no Turismo , não o é em múltiplas opções . Continuaremos sempre a desprezar quem tão bem trabalha , com tão poucas condições . A Naval 1893 , luta só , num panorama desportivo local , paupérrimo , onde continuam a vingar os projectos do outro tempo .
A cidade não pode esperar , queremos ser uma referência nacional , pagar para treinar e jogar só nesta cidade , vejam o que de bem se faz em todo o lado , menos aqui .

Anónimo disse...

A mula e o catedrático

Havia uma aldeia onde existia um catedrático e uma mula, o catedrático sabia mais do que todos porque era quem tinha a formação e o carisma, a mula tinha cabelo encaracolado, óculos e cor de marroquino. Um dia a mula decidiu aliar-se ao catedrático e formarem uma só entidade,uma parceria.

O catedrático, careca e feio, filho pancadas de seu pai, junto com a mula formaram uma dupla, dupla de maus profissionais, que se juntaram ao Hipólito numa conspiração que abrange mais pessoas, e está a crescer.

Noutro dia falarei de mais personagens, e contarei a história destas duas pobres figuras, por hoje direi apenas, meus amigos e minhas amigas, estão apresentados a mula e o catedrático. Estão abertas as pernas de uma história de corrupção.

Anónimo disse...

Mas as personagens não tem nome na vida real ?

Anónimo disse...

Se a Naval subir à divisão de honra , já pode pedir apoio à junta de Buarcos , que só apoia o futebol de praia .
Deviam ter vergonha , só interesses de merceeiro .

Anónimo disse...

O município de Condeixa apoia o desporto a sério , aqui brincamos aos torneios de verão para os amigos .