quarta-feira, 7 de março de 2018

“SURPREENDENTE” AUMENTO DA QUANTIDADE DE SARDINHA NA COSTA



presidente da Cooperativa de Produtores de Peixe Centro LitoralAntónio Miguel Lé, em declarações ao DIÁRIO AS BEIRAS, não escondeu o contentamento pelo “surpreendente” aumento dos stocks de sardinha na costa portuguesa, segundo um estudo do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

“Até os mais céticos ficaram surpreendidos, pois não esperavam que mais do que duplicasse. É evidente que poderá haver um reajuste da quota para este ano, mas nunca numa grande quantidade”, frisou o armador da Figueira da Foz.

No entanto, o aumento dos stocks daquela popular espécie entre os portugueses não significa que, este ano, o mercado seja inundado de sardinha e que os preços vão por água abaixo, até porque os números animadores do IPMA terão de ser atualizados por um estudo que será realizado nas próximas semanas.

O armador preferiu direcionar as atenções para o principal desiderato da comunidade piscatória: “O objetivo principal está a ser cumprido, que é a sustentabilidade, em níveis aceitáveis, dos stocks”.

“Temos de assegurar que, sendo a sardinha um produto muito apreciado por portugueses e estrangeiros, os preços sejam acessíveis a toda a gente”, defendeu António Miguel Lé.



1 comentário:

Anónimo disse...

Deus queira que sim para que uns possam ir passar férias para o Brasil e outros para a costa de Lavos.