terça-feira, 3 de abril de 2018

COMENTADORES DE BANCADA ...EPISÓDIO 19

12 comentários:

Anónimo disse...

Que se passa com o espirito critico dos comentadores do Foz ao Minuto. O presidente/provedor de um clube local vem queixar-se num dos regionais que a Camara Municipal não ajuda o seu clube que está a restaurar uma piscina e que a Camara em nada ajudou. Mas afinal o presidente /provedor está a chamar parvo a quem. Quando a Camara doou os terrenos da Carreira de Tiro estes destinavam-se à construção de uma piscina para substituir a existente que estava obsoleta. Dessa piscina já lá vão mais de dez anos a unica coisa que se vê é a utilização do terreno em concorrencia à camara para o aluguer de terreno aos circos. Mas o melhor de tudo porque é que o presidente/provedor não explica aos municipes de quem era o terreno que o clube vendeu ao Mini Preço, terreno cedido pela Camara e a que se destinavam os valores da venda. Esta dádiva caida do céu é que devia ser investigada porque razão a Camara que é uma entidade deficitaria em vez de vender o terreno para abater o seu proprio deficit o oferece ao clube que tem um presidente provedor que não sabe fazer outra coisa que não criticar a Camara.
Luis Gaspar Ferreira

Anónimo disse...

Está tudo dito, o comentadores de bancada é um programa criado para promover o Partido Socialista, e o Rogério também já deve ser militante, no meio de tanto rosinha se não é vão convertê-lo ao PS.

Anónimo disse...

Não conto mais histórias do Hipólito, porque tal como a Outra-margem esta página tornou-se alvo de lápis azul.

Anónimo disse...

Gostava que me explicassem que atropelamento brutal foi o que o Sir José Leonardo fez na vereadora? (a meu ver demasiado duro na forma como a interpelou, mas com 200% de razão em tudo o que disse).

Já agora gostava que o Tó Lebre e o Rogério fizessem as pazes, percebe-se que foi um esforço estarem no mesmo programa, foi necessitário colocar a vereadora no meio, para que houvesse serenidade.

Anónimo disse...

Muito bem , agora anda a chorar por causa do tecto do pavilhão ! Que o venda e façam uns prédios , os terrenos do pavilhão e da carreira de tiro davam para um belo condomínio , ou que sabe um supermercado , visto que no outro terreno do ginásio foi o que fizeram . Grande plano diretor municipal , grande estratégia para o ordenamento , dêm mais terrenos . Não fosse a misericórdia , já há muito tinham falido . Muito patrimônio e pouca militância .

Rogério Neves disse...

Já aqui expliquei e vou fazê-lo pela última vez. No Marcha do Vapor não há censura há sim a dignidade de não deixar humilhar e ofender algumas personalidades como ultimamente o têm pretendido fazer. Este Blogue não pode servir de arma de arremesso a ninguém. Quero ainda esclarecer que as Histórias do Hipólito foram engraçadas até ao momento de se sdaber a quem se dirigiam e aí meus caros amigos eu não posso estar de acordo com o achingalhar de ninguém. Quero ainda esclarecer que não faço parte de nenhum processo politico nem colaboro politicamente com nenhum partido.

Anónimo disse...

A última aventura do Hipólito, o Hipólito meteu vaselina e fui descansar.

Eu apenas escrevi três histórias caros amigos, tudo o resto foi ficcionado por outros intervenientes, talvez eles tenham estragado a dinâmica da revelação, que era essa a diáletica pela qual eu estava a planar enquanto despejava informação sobre determinadas figuras da cultura popular figueirense.Não vou fazer mais denúncias, nem atacar mais ninguém, porque a missão está concretizada, com as minhas denúncias abri os olhos aos meus "amigos virtuais" por quem ganhei uma enorme estima, ajudei a explicar ao Gonçalo que ele não era um problema, mas sim um bode expiatório, ajudei os restantes comentadores a perceberem que nem todas as palmadinhas nas costas significam "porreiro pá", mas por vezes são venenosas, e o hipólito é uma cascavel.Baralhei com as minhas denúncias todo o modos operandi do zé barbeiro do seu amante de 2 metros e companhia limitada (bem limitada), e fiz com que estes não vos atacassem como planeavam porque estão ainda hoje a tentar descobrir quem eu sou, e em que dia jantei com eles num jantar fraterno e com muita amizade.Hoje as ratazanas atiraram a toalha ao chão, e vocês vão ter paz por algumas semanas, mas um rato do esgoto nunca desisto, e os ratos do esgoto podem voltar ao ataque. Expus os cobardolas que aqui vinham atacar "pessoas honestas e trabalhadoras" só pelo mais impuro sentimento da inveja, e assim de forma feliz e confiante, termino estas histórias, que poderão voltar a qualquer momento, se achar que é necessário denunciar as bestas em momento de bestialidade. A todos vocês muita atenção, não saiam da linha, não cometam erros, porque como o hipólito, aqui figurado numa figura venenosa e em curva descendente, existem vários hipólitos na cidade, em diversas áreas, e cada um faz a sua parte para levar um plano conspiratório avante. Isto é uma história com muitos solavancos, mas os mesmos que destruíram a São Pedro TV preparam-se para destruir a Foz ao minuto, e como considero este blog uma passagem de informação, tomei a liberdade de vir aqui comentar.

René Descartes dizia o seguinte: “Um otimista pode ver uma luz onde não há nenhuma, mas por que o pessimista sempre corre para apagá-la?” com esta frase termino toda a minha prolepse de conteúdos na qual poderão pensar, no porquê de eu denunciar, porquê aqui, e porque os hipólitos vos odeiam? Em que dia e como magoaram os hipólitos.


Por fim, me despeço com estima e respeito, e peço desculpa se foi das minhas histórias que começaram as guerras, mas a única coisa que sei é que ajudar sem pedir nada em troco é do mais nobre que se pode fazer, e na minha nobreza, eu cavaleiro de solar da nobreza figueirense, termino assim a minha batalha, de forma denunciadora, atacando apenas e só, aqueles que por aqui andavam atacar de forma cobarde. Em todos eles ficaram marcas da minha denúncia..

Anónimo disse...

Explique-me se é normal o vereador do desporto , não ter os equipamentos desportivos no seu pelouro .
Depois admiram-se de ser o município mais atrasado no que diz respeito a infra-estruturas desportivas .
Somos a chacota por todo o lado , ainda por cima temos um slogan que é Figueira do Desporto e que temos um centro de estágio de futebol de praia ( 2 balizas , umas fitas na areia e uns contentores a fazer de balneários ) será que anda tudo doido . Será que a arena desportiva não seria mais bem empregue na praça de Touros , já que passa 11 meses do ano fechada ?

Anónimo disse...

A senhora que me desculpe mas sinceramente e com todo o respeito parece-me uma carta completamente fora do baralho no entanto revela uma cartilha bem estudada.
Realmente só nesta cidade vereador do desporto sem ter no seu pelouro os equipamentos desportivos não lembraria a ninguém.
Mas nesta cidade desde que vi chamar jardim municipal a uma coisa daquelas já nada me admira.

Anónimo disse...

Senhora vereadora se o grande projecto que aí vem melhor que o mundialito e os outros anunciados forem como o projecto do prometido sintético em Buarcos e a recolocação do coreto estamos feitos ao bife.
Sabe senhora vereadora anunciar projectos para impressionar é muito fácil o difícil é pô-los em prática e cá pelo burgo temos bem o exemplo disso.
Espero que a esses projectos anunciados não lhes aconteça o mesmo que aconteceu ao Egas Moniz e não fiquem entalados nalguma porta.

Gato escaldado.

Anónimo disse...

Este programa mostrou uma falta de dualidade de critério vergonhoso e deplorável. GOSTAVA de saber porquê o tratamento de DOUTORA em relação à Senhora Vereadora cujas suas habilitações literárias são "Licenciatura", quando nesse mesmo programa já tiveram pessoas com Mestrado e Doutoramento, e foram tratadas por nome próprio, se fosse o Gonçalo a cometer o erro, compreendia-se fruto da inexperiência, mas homens como o Rogério têm anos de jornalismo, não podem cair neste erro, há que ter critério, ou são doutores todos aqueles que têm licenciatura e já teve nesse programa uns 4 ou 5 doutores, ou então chama apenas doutores a quem tem esse grau de doutoramento, e não pelo nome próprio.

DOUTORA, DOUTORA, DOUTORA "o Tanas",

Não leve a mal este comentário, gosto muito da sua prestação no programa, embora na Casa do Benfica hajam amigos seus "Colaboradores da Rádio" que digam que não tem postura, apenas vim aqui deixar este reparo, porque a doutora não é mais que nenhum dos outros convidados, já passou por aí um AGENTE FIFA e foi tratado por tu.

MUAHAHAHAHAHHA

Rogério Neves disse...

Caro Comentador, aceito a critica embora acho que não tem razão. Não me recordo de alguma vez um convidado se ter sentido melindrado por ter sido tratado com falta de respeito ou educação.
A Dr Mafalda Azenha ao que sei é Licenciada em Direito e foi tratada por Doutora porque assim achamos (eu e todos os que colaboram no programa) que era o tratamento mais correcto. Julgo que o importante da sua presença era o que ele tinha para nos dizer e não o titulo honorifico com que era tratada. Já agora gostaria de saber quem foram os outros convidados que não tiveram direito a esse tratamento.