terça-feira, 8 de maio de 2018

OPINIÃO: “INEGÁVEL SIGNIFICADO POLÍTICO”



Pode até parecer que nada muda nos partidos nem na forma de fazer política em Portugal. Eu não concordo, observemos com atenção: desde da formação do XXI Governo (o actual), há uma nova atitude de encarar a governação e os actos que decidem as políticas de futuro, quando, a ou os, são submetidos a compromissos entre as forças politicas do ecossistema democrático português. Este é um novo paradigma da governação nacional, é a política de compromisso!

Assistimos há poucas semanas a mais um destes actos de compromisso, as “declarações conjuntas” entre Costa e Rio sobre a descentralização e os fundos comunitários do Portugal 2030. Desde 2006 que não havia qualquer compromisso entre os dois partidos. Foi a relevância política das matérias em causa a razão desse entendimento. Concordaram os dois que o interesse nacional tinha que estar acima dos interesses dos partidos, tal como já haviam feito a CDU, o BE e o PAM, na formalização do acordo parlamentar vigente.

A capacidade negociadora de António Costa tem sido primordial para se concretizarem os acordos. Uns dizem que é um inato instinto de sobrevivência política eu por mim acho que ele acredita verdadeiramente na importância do envolvimento cúmplice das restantes forças políticas. Parece uma “modinha de dança” em que sucessivamente vão entrando mais pares, vai-se compondo e já há poucos de fora a assistirem… Revejo-me nas palavras de Jerónimo de Sousa sobre este último acto: “Tem um inegável significado político”.

Editado no Diário as Beiras
Isabel Maranha Cardoso


2 comentários:

Anónimo disse...

Esta senhora que é presidente do conselho fiscal de um clube da cidade e já foi responsavel pelas finanças da camara municipal deveria escrever uma opinião sobre a vergonha do seu clube estar a fazer concorrencia desleal para com a Camara alugando um terreno ao Circo, terreno esse que lhe foi cedido pela Camara para uma piscina que nunca foi construida.

Anónimo disse...

E a Camara Municipal o que diz. Isto são receitas roubadas á Camara. Todos têm medo do DDT