sábado, 30 de junho de 2018

INCOMPREENSÍVEL

A CDU propôs uma moção contra o encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos do Bairro Novo. Silvina Queiroz, considerou a medida “uma situação gravíssima” que só pode gerar“indignação e revolta” junto da população. 

A proposta da CDU foi inviabilizada com os votos contra do PS. O PSD e o BE votaram a favor. Por sua vez, o presidente da Junta do Bom Sucesso, o independente Carlos Batata, absteve-se.

Entretanto, o balcão da CGD, na zona mais turística da cidade da Figueira da Foz encerrou ontem.


A TODO O VAPOR: Esta é uma daquelas notícias que me deixa perplexo. Ando constantemente a ouvir as teorias da desertificação do Bairro Novo, do não investimento numa zona "Nobre" da cidade, do abandono a que está votado o Bairro Novo e agora que a exemplo de outras localidades como Pombal, Louriçal, Arazede em que o poder local pode e deve fazer a diferença e apoiar a população na sua defesa a maior força politica do Concelho Figueirense vota contra os interesses dessa mesma população.
Ou será que estou enganado e o fecho do Balcão da instituição bancária (CGD)  é um bem para o Bairro Novo, para quem lá trabalha e para quem lá investe.
Incompreensível ... Mas se assim for as minhas desculpas!!! 

Sem comentários: