quinta-feira, 9 de agosto de 2018

NAVAL 1.º MAIO… O 1.º CLUBE DE FUTEBOL PORTUGUÊS


E se perguntarmos qual é o clube mais antigo do futebol português, consegue responder com um remate certeiro? A resposta implica umas quantas fintas, mas é provável que acerte na baliza, se a resposta for a Naval 1.º de Maio.

A equipa da Figueira da Foz é um dos emblemas com mais história do nosso país. Nasceu em 1893, precisamente no dia 1 de Maio, e conta com 125 anos de história, marcados por suor, lágrimas, paixão e inesquecíveis glórias.

Dentro das quatro linhas, já fez frente aos grandes do desporto-rei, mas os últimos tempos não têm sido fáceis para o clube figueirense. Caiu sucessivamente de divisão até que, na época passada, bateu no fundo. Foi o xeque-mate à devoção navalista.
A Naval é o clube do povo, foi criado pelo povo, para o povo.
Luís Pinto – Adepto da Associação Naval 1º de Maio

O que podia ser o fim anunciado para muitos, não o foi para a Naval, habituado a fintar as adversidades. É que esta é a “obra sonhada do povo”, que continua a fazer palpitar o coração dos navalistas que estão com ela até ao fim.

Luís Pinto e Marco Figueiredo fazem parte do clube. Marco está agora ao leme da nau que marca um novo capítulo na história do clube: a Naval 1893. Luís está cá para que ninguém se esqueça de que raça é feita esta Naval 1.º de Maio, que já provou, noutras ocasiões da História, que treme, mas não cai. A fé – de ambos e de todos os que não naufragaram perante a tempestade que assombrou o clube – é que, daqui em diante, o mar seja brando e se chegue a bom porto, tal e qual como em época passadas.


1 comentário:

Lérias disse...

Rogério;
Esta da malta da Naval agora querer tirar louros é coisa que cai mal.
Eu nem tenho direito de falar porque nem era sócio, mas fui um praticante nas camadas jovens que não faltava aos treinos nem pedia o dinheiro do autocarro (na altura camioneta), e olha que tinha de fazer uns bons quilômetros de bicicleta, já os de Buarcos pediam sempre o dinheiro.
Mas eu gostava de saber o que fez o Luis Pinto (só porque é quem está na peça, poderiam ser outros mais) quando a crise se adivinhava?
Acho que é tempo de deixar de dar palpites e focar no futuro, o futuro é esta/outra Naval, ponto. E esta nova Naval ainda não tem craques/vedetas, nem reais nem com pés de barro.
Abraço