segunda-feira, 17 de junho de 2019

E DEPOIS ADMIRAM-SE DE QUE HÁ CORRUPÇÃO


António Mota (e a sua família) serão os maiores financiadores das campanhas eleitorais para as eleições de Outubro próximo - a manter-se a tradição. António Mota é o empresário típico de sucesso deste regime moribundo. Paga campanhas eleitorais e cobra mais tarde.

Contrata políticos em todos os quadrantes: Jorge Coelho (que agora vem dizer que vai combater a corrupção (!!!), na foto com AM) ou Seixas da Costa, do PS, Valente de Oliveira ou Duarte Lima do PSD, Paulo Portas ou Lobo Xavier, do CDS. Usa-os para traficar influências no Estado e obter os melhores negócios de Estado, das Parcerias público privadas à recolha de lixos, passando pelas obras públicas ou pelas concessões portuárias. Rodeia-se dos advogados mais poderosos, como Proença de Carvalho, que sucessivamente o vão "safando" nos processos de corrupção, tráfico de influências ou fraude fiscal. Continuará a financiar os partidos do poder, para garantir imunidade para si e para os seus cúmplices.

O facto de António Mota ser um dos mais poderosos de Portugal é o sintoma de que o regime está doente, muito doente.

Via Paulo Morais

Sem comentários: